Você já ouviu falar dos “crash tests”? Saiba a importância deste teste na hora de escolher um automóvel

Crash_Tester_3695903512
Os automóveis são uma verdadeira paixão nacional e os brasileiros são viciados em seu design, sua performance e seu arrojo. Estando entre os consumidores mais vorazes do planeta, com uma frota elevadíssima e estradas e rodovias não condizentes com essa grande relação, devemos também dar atenção aos quesitos de segurança na hora de adquirir um carro. E, da mesma maneira que se avança na tecnologia que dá mais velocidade, também se faz necessário avançar nos parâmetros que nos manterão sãos e salvos em caso de sinistros. E para conseguir isso, um dos fatores mais essenciais é o crash test. Esses testes são muito importantes e podem fazer a diferença entre leves arranhões ou maiores problemas para você e aqueles que você ama no caso de um acidente.

O que é um Crash Test?

O crash test ou, no português, teste de colisão, nada mais é do que um ensaio de um acidente feito com um determinado veículo, simulando uma colisão, no ambiente controlado, que permitirá total análise dos resultados. É a prova mais radical que um carro pode ser submetido e avalia a segurança e confiabilidade das estruturas em caso de colisão. Também servem, em segundo plano, para avaliar os custos de reparo dos modelos. No local dos passageiros vai uma espécie de boneco, chamado de dummie. Para não colocar pessoas reais em risco, esses verdadeiros dublês vão posicionados nos bancos, com uma grande diversidade de sensores espalhados pelo corpo. Após a colisão, seus dados são analisados e pelos engenheiros da montadora. O processo leva muitos dias de preparação, não só dos bonecos, mas do próprio veículo e da equipe. Porém, seus resultados dizem muito a respeito do modelo e se ele está realmente apto a proteger seus ocupantes.

A real importância

Os testes são a versão mais fidedigna possível de um acidente de rua que podemos ter num ambiente controlado para análise. Além de verificar o comportamento dos veículos, de suas peças e carroceria, o crash test permite avançar em outras áreas, saber adequar posicionamentos e o formato anatômico ideal de equipamentos de segurança como o air-bag e o cinto de segurança. Também pode apontar falhas de projeto ou de execução, permitindo à montadora que faz uso desse recurso proteger seu cliente antes mesmo que aconteça algum problema.

Publicado 19/05/2016